Jejum Intermitente: Prós e Contras.

Publicado a 20 de Setembro de 2017 . Na categoria:Artigos Notícias Notícias & Artigos .

 

Com cada vez mais adeptos, o jejum intermitente tem como principal objetivo a perda de peso e/ou ganhos de longevidade e saúde.

Mas afinal, o que é o jejum intermitente?

Esta tipo de alimentação é, nada mais nada menos, que passar um longo período sem se alimentar. Esta variação depende do tipo de jejum praticado e pode variar entre 14h (Ganhos leves) a 24h (Dieta do Guerreiro) sem ingerir qualquer tipo de alimento.

Há quem defenda que não estamos biologicamente preparados para comer de 3 em 3 horas, já jejum-intermitenteque os nossos antepassados passavam largos períodos sem se alimentar, uma vez que teriam de colher/capturar os seus alimentos. No entanto há que fazer uma ressalva: os nossos antepassados também não se alimentavam de comida tão processada quanto nós.

 

Contudo, este estilo de vida que teria tudo à partida para funcionar, tem alguns prós e contras.

 

Contras:

– Esta dieta não vai funcionar se cair no erro de pensar que por não comer há muitas horas pode comer de tudo incluindo alimentos com pouca qualidade nutricional, quando estiver no período em que se pode alimentar;

– Alguns estudos mostram efeitos positivos devido à redução do dano celular causado pelo stress oxidativo e aumento da resistência celular ao stress, na melhoria da sensibilidade à insulina, na redução de tensão arterial e no aumento da resistência das células à isquemia. Até agora foram apenas realizados em ratos, e sendo o organismo humano tão diferente, existe uma grande probabilidade de que tal não se verifique com os humanos;

Prós:

– Estudos indicam que fazer esta dieta pode manter os “mecanismos de hormese”, ou seja, a exposição a alimentos nocivos é feita em doses baixas, o que ajuda o organismo a ativar o sistema imunitário;

– Este regime alimentar que estabelece o jejum entre 12h a 24h com um máximo de 3 dias por semana, ganhou o prémio nobel da medicina, pois foi comprovado que com esta dieta era possível aumentar os níveis de fagocitose (as células alimentam-se de outras células, nomeadamente, células de gordura).

Em suma, é um regime que aparentemente tem benefícios, no entanto fica por apurar se estes benefícios se estendem também a nós humanos e se estes resultam das horas de jejum ou do défice calórico criado pelo largo período de abstinência alimentar.

 

Joana Hipólito

Nutricionista na Unidade de Saúde Balance

Inscreva-se

na nossa newsletter

Nós contactamos

deixe-nos o seu contacto

www.balance.pt | geral@balance.pt | comercial@balance.pt | Telf: 262083054 | 918078788 | Polo São Cristóvão, Caldas da Rainha desenvolvido por: